sábado, 1 de janeiro de 2011

Capítulo 13
Escuridão

Elezar pov.

Rosemarie hathaway só podia estar de brincadeira comigo. Ela teve a plena coragem de arrancar meu coração? Haha crianças...ela achou mesmo que eu morreria?

 A verdade e que já estou morto, então com coração ou não, não faz a mínima diferença...
Agora a única coisa que eu precisava era do sangue dela, assim poderia ter acesso a visão que ela teve de Lissa, concerteza é do meu interesse.

Me levantei calmamente e  sai pela porta na parede.

Troquei a roupa que estava encharcada de sangue.Sou um original tenho que manter a pose.Roupa limpa mostra força e poder.

Do meu quarto eu podia ouvir Rose e Dimitri sussurrando o que fazer.

Agora o que eu faria? Deixaria eles se safarem? Tudo dependia de Rose,do seu sangue.Apenas uma mordida ou uma gota de sangue era suficiente.Claro que a mordida seria bem mais prazerosa.

Mais nessas circunstancias tenho que me contentar com o que é mais fácil.
Os planos mudaram , eu iria deixar Dimitri e sua família fugirem e por hora Rose também...depois iria só atrás dela, assim teria mais tempo para por as mão no seu precioso sangue. 

Deixe ela pensar que está livre de mim...Rose que me aguarde a minha promessa ainda está de pé. Vou persegui-la até que o coração dela para de bater...mais como Strigoi.
O coração de Dimitri eu terei o prazer de dar para minha amiga,morte.

Rose pov.

Eu e Dimitri decidimos tentar fugir, sei que poderia  ser idiotice mais aqui e que eu não ia ficar.

Eu tinha feita a minha escolha. Eu escolhi a minha vida agora quero começar a vive-la.

-Rose é perigoso demais...-

-A Vamos Belikov! Deu pra ficar frouxo agora? faça-me o favor! É a sua família que está lá em cima! E a nossa vida em jogo!-

 Ele virou a cara.

-Você tem razão,vamos logo-

-então vamos...-

- ham...Roza...eu te amo ta? Só no caso de acontecer alguma coisa...- eu ri.

-agora e que ele me diz isso...- revirei os olhos.

-meu ponto fraco...-

-vamos logo camarada...-

Ele pareceu triste com a falta da minha resposta.

-Eu também te amo Belikov- sussurrei no ouvido dele.

Ele sorriu e eu abri a porta.

A principio o lugar estava limpo, mais a minha dor de cabeça só piorava a cada passo que eu dava.

Dimitri não se atrevia a dizer nada, muito menos eu.

Mal respirávamos.

Vozes começaram a surgiu, no profundo silêncio.

Eu logo reconheci uma das vozes.

-Eu não acredito que o Elezar está com aquela vadia da Rosemary-
Mal sabe falar meu nome..argg!

-nem eu...pensei que ele gostasse de mim-

Quem era aquela mulher? A que ponto ela era burra? Elezar amando alguém?hahaha essa é piada.

-Elezar? A querida ele não ama ninguém!-

- é o Dimitri, ele ama alguém?-

-Não ele é um lunático viciado na vaca da Rose, isso pra mim não é amor.-

E ela por acaso sabe o que é o amor?

Se essa vampirinha de geladeira me xingar outra vez e ela que vai virar uma vaca,assada!
Vaidia era ela, quem tentava dar pro Dimitri toda noite? Não era eu, se eu quisesse... Não precisava fazer nenhum esforço....

Dimitri sempre foi meu. Ela que sempre foi Burra, e nunca entendeu isso...vaca escrota.
Senti um aperto no meu dedo, o anel do espírito se apertava e brilhava.

O que diabos estava acontecendo?

Lissa estaria tentando-me rastrear?

Ela estava cada vez mais forte, o grande problema era a escuridão, eu absorvia tudo, não que eu me importasse... Mais ainda sim era um problema.

Já era tarde demais, comecei a me tremer toda, a escuridão me tomou a raiva, o ressentimento... Tudo explodiu... Agora a filha da p*** da Tasha ia pagar!

Adrian pov.

Desde de que Rose se foi comecei a trabalhar...eu tinha como rastreá-la só precisava de concentração e muito poder.

Fiquei dias encurralado no meu quarto e nada...

Eu precisava de mais força,só Lissa poderia me ajudar, grávida ou não ela é usuária de espírito.

-Vamos logo com isso,antes que o Cristian me ache, ai estaremos perdidos!- Lissa pediu sentando-se na mesa ao meu lado.

-Tudo bem, apenas concentre-se e deixe seu poder fazer o resto.-

-é mais que isso-

-mais?-

-vou tentar canaliza-la...-

-Lissa...pode não ser uma boa idéia...lembra-se? Quanto mais poder mais escuridão...-

-está tudo bem,eu agüento.-

-sabe que ela não vai deixar, ela vai absorver.-

-ela não vai nem sentir!-

Me dei por vencido queria achar Rose de qualquer jeito.

Lissa botou uma copia do anel de Rose no meio da pequena mesa. Nós demos as mãos envolvendo o anel.

Canalizei minha energia com Lissa e começamos a procurar pela copia do anel...que nos rezávamos para estar no dedo de Rose.

Lissa começou a tremer, abri meu olhos, sua aura estava dourada com manchas escuras...nada bom.

-Lissa?-

Ela não respondeu. Senti seu poder se misturando ao meu.

Era agora ou nunca.

Joguei todo o meu poder no anel, afim de encontra-lá.

Lissa tremia e soltava gemidos baixos.

Sua aura estava escura, com pequenos pontos dourados...

Se ela não parasse....

-LISSA!- gritei.

-NÃO PARE! ADRIAN!-  soltei minhas mão das delas interrompendo a canalização.

Lissa desabou na mesa.

-porque? Você não podia ter parado!- Lissa sussurrou.

-você ia morrer!-

-não eu só...- Ela não conseguiu terminar a frase.

-Venha vou te levar a um dois doadores.-

Ela ofegou.

Ajudei-a a se levantar e saímos do quarto.

Levei-a até Johnny, o Nosso melhor doador, o mais novo.

Fiquei observando Lissa, se ela não se controla-se ia acabar matando o coitado.

-não preciso de observação -Lissa reclamou quando saímos do espaço dos doadores.

-Eu disse que estava bem-

-Lissa sua aura estava negra, Rose essa hora deve estar péssima-

-não ta não. – ela dizia as palavras como se quisesse convencer a si mesmo.

-Você precisa descansar, Dimitri está com ela, ele vai ajuda-la.-

-sei que vai.-

-Lissa! A onde você estava?- Cristian perguntou me fuzilando com os olhos.

-conversando com Adrian.-

-conversando?Lissa você está branca, parece que viu um fantasma!-

-leve-a pro quarto- pedi a Cristian.

Cristian  mal me olhou, levou-a pro quarto e ficou por lá.

Voltei pro meu quarto.

Onde estaria Rose?

Tudo isso teria adiantado alguma coisa?

4 Comments:

  1. Anónimo said...
    Nossa finalmente!!!
    Pensei que a fic não iria mais ser postada...o que aconteceu??
    Bom o capítulo tá perfeito!
    Parabens Alexia!
    Minima'w da Street said...
    A culpa foi inteiramente do blogue, que não teve disponibilidade para vir ao computador, e postar aqui o capitulo.
    Denise Parra said...
    Oie tudo bem?

    Eu recebi selinhos, então já sabe...tem presentinho pra vc no blog :)

    http://www.livropraticando.blogspot.com

    Aguardando sua visita!

    BeeeijO ;**
    Tiago Pastor said...
    ola, poderia seguir o meu blog?
    bookproblems.blogspot.pt

    lê a minha fanfic, espero que gostes

    e ja agora, continua com esse bom trabalho que tens feito. li todas as partes hoje!

    abraços

Post a Comment